REMNA ao vivo a solo com Sara Tavares e Tété Alhinho na ZDB

0

Pela primeira vez a solo em Lisboa

“A espinha dorsal é a África, a carne é tudo o resto. Eu imagino músicas como pinturas e pinto preocupações políticas, problemas sociais, amor, traição ou diversão com qualquer cor que me apeteça, mesmo que o sistema e as convicções estabelecidas digam o contrário …” Remna

Remna Schwarz, ou simplesmente Remna, nasceu na Guiné, viveu em países como Republica Democrática do Congo, Mali, Portugal, França ou EUA. As suas viagens, principalmente entre Europa e África influenciaram o artista a encontrar uma linguagem muito própria.

Remna chegou recentemente a Lisboa, vindo de Cabo Verde, e apresenta pela primeira vez a sua música a solo na ZDB, domingo, dia 9 de Setembro. Para esta primeira apresentação traz duas convidadas muito especiais e cúmplices do seu caminho na música: Sara Tavares, nome incontornável da música portuguesa, que recebeu Remna no palco do Kriol Jazz Festival na Cidade da Praia, em Santiago, em Abril deste ano, e ainda Tété Alhinho (ex Simentera), lenda viva da música lusófona e uma das duas únicas compositoras de Mornas da história da musica de Cabo Verde (ao lado de Dona Tututa), foi vencedora do Prémio de “Melhor Morna” nos Cabo Verde Music Awards com “Mindel de Mãe Auta” de sua autoria.

Remna já actuou no Festival “South By Southwest”, tendo sido ainda agraciado com prémios de grande relevância como o Tremplin Backstage 2004 ou o Prix Decouvertes para Printemps de Bourges em 2005.

O seu último álbum “Zona Zero” é uma consolidação de sua herança. Seu pai José Carlos Schwarz é um ícone da cultura da Guiné Bissau e da CPLP.

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também

Cristiano Ronaldo acusado de violação

Jogador internacional está envolvido em nova polémica Cristiano Ronaldo está a ser acusado por Kathryn Mayorga de alegada violação, avança a publicação alemã “Der Spiegel”. Embora ...