Tentativas Para Matar o Amor no Teatro Aberto em Março

0
Eduardo Breda

O Teatro Aberto e a Companhia Mascarenhas-Martins estão a preparar uma co-produção em torno de Tentativas para matar o amor, de Marta Figueiredo, texto vencedor do Grande Prémio de Teatro Português SPAutores/Teatro Aberto 2015. Com estreia prevista para Março, na Sala Vermelha do Teatro Aberto, o espectáculo com encenação de Levi Martins e Maria Mascarenhas contará com as interpretações de Cleia Almeida, Tomás Alves e Eurico Lopes.

Ana e Jaime conhecem-se há mais de dez anos. Amam-se mas não estão juntos. As suas vidas não combinam, não encaixam. Tentam então matar o amor. Sem amor as suas vidas tornar-se-iam certamente mais eficientes, mais adequadas às exigências do quotidiano. Porém, entre viagens, trabalho, contas por pagar, rendas, recordações, encontros e desencontros, o que sentem um pelo outro teima em voltar a despontar.

Tentativas para matar o amor, de Marta Figueiredo, texto vencedor do Grande Prémio de Teatro Português SPAutores/Teatro Aberto 2015, retrata uma relação que tem dificuldade em sobreviver à vida contemporânea. Uma das questões centrais com que nos confronta deve ser pensada e sentida numa dimensão política: será que o mundo que criámos não contempla espaço nem tempo para o amor?

Ficha Artística

Dramaturgia e encenação: Levi Martins e Maria Mascarenhas

Cenário e desenho de luz: Adelino Lourenço

Música e sonoplastia: André Reis

Vídeo: Eduardo Breda

Figurinos: Dino Alves

Com Cleia Almeida, Eurico Lopes e Tomás Alves

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também