Zé Manel Taxista, uma comédia com brilhantina – digressão

0

Depois de Lisboa, Zé Manel Taxista viaja pelo país com paragem em várias cidades como Braga, Porto, Coimbra, Figueira da Foz, Tábua, Almada e Faro.

‘Zé Manel Taxista, uma comédia com brilhantina’ celebra os 20 anos de existência de uma das personagens mais emblemáticas e acarinhadas de Maria Rueff. Na Lisboa de hoje, como noutras cidades de Portugal, Zé Manel, taxista, pai de família e adepto ferrenho do Benfica, já não reconhece os cantos-à-casa da “sua” cidade e anda arreliado. Entre turistas, tuk-tuks e alojamentos locais, Zé Manel despista-se… naturalmente!

Com Maria Rueff, FF, Rafael Barreto, Ruben Madureira, Sissi Martins e Filipe Rico, Marta Mota, Sara Martins, Tiago Coelho Participação Especial João Maria Pinto Agradecimentos Io Apoloni, Ludmila Gubernaciuc Banda André Galvão (baixo/guitarra), Artur Guimarães (teclado), Tom Neiva (bateria/percussão) Texto  Maria João Cruz, Filipe Homem Fonseca, Mário Botequilha, Rui Cardoso Martins Encenação António Pires Direcção Musical e Sonoplastia Artur Guimarães Cenografia Luísa Pacheco.

“Entre ‘alfinetadas’ assertivas e muito amor ao seu Benfica, Zé Manel Taxista tornou-se uma das personagens mais marcantes de Maria Rueff. Logo ela, igualmente criada num bairro típico de Lisboa e também observadora atenta e crítica da realidade que a  rodeia. Talvez por isso, os taxistas da cidade a tratem por colega quando a atriz lhes bebe a inspiração no banco de trás.”
Vanessa Fidalgo, Correio da Manhã, Nov 2018

“Zé Manel Taxista é Maria Rueff, tem agora vinte anos, mas é o mesmo desde o início, só que a Lisboa de hoje é agora outra e no palco vai lá estar tudo deste boneco, que por vezes até se confunde com a própria Maria Rueff.”
José Carlos Barreto, TSF, Out 2018

“O boneco mais famoso da atriz nasceu no bairro da Graça, quando ela era criança e observava os tipos lisboetas mais genuínos. Há duas décadas, de repente, o boneco despontou num programa de Herman José e agora está de volta aos palcos através do musical “Zé Manel Taxista, Uma Comédia com Brilhantina”
Bruno Horta, Observador, Out 2018

“O protagonista é um dos personagens mais populares de Maria Rueff, o taxista de bigode, fungadelas e brilhantina que adora falar do seu Benfica e não perde uma oportunidade de discorrer sobre o que o impacienta, dos turistas invasores aos enxames de tuk-tuks.”
Jornal Público, Set 2018

“Com patinagem, música ao vivo e textos humorísticos de Maria João Cruz, Filipe Homem Fonseca, Mário Botequilha e Rui Cardoso Martins, Zé Manel Taxista – Uma Comédia com Brilhantina marca o regresso de Maria Rueff ao seu boneco benfiquista, 20 anos depois de o ter criado.”
Rita Bertrand, Sábado, Set 2018

“Maria Rueff e a sua interpretação do carismático Zé Manel Taxista estreia-se esta quinta, 27, no Casino Lisboa para celebrar, pela primeira vez em palco, os 20 anos da existência desta personagem criada originalmente para televisão e rádio.”
André Moreira, Visão, Set 2018

“Brilhantina no cabelo, óculos escuros, um bigode farfalhudo e comentários engraçados sobre futebol. Zé Manel Taxista é uma das personagens mais icónicas (e antigas) de Maria Rueff — foi criada há 20 anos — e chega ao teatro.”
Ricardo Farinha, NIT, Set 2018

“Apareceu pela primeira vez no Herman SIC e nunca mais os taxistas e os benfiquistas nos pareceram os mesmos. É provavelmente a personagem mais icónica de Maria Rueff, que leva agora a palco o seu Zé Manel, taxista, pai de família e adepto ferrenho do Benfica.”
Miguel Branco, Time Out, Set 2018

Digressão:

Convento São Francisco (Coimbra) – 19 Janeiro
Teatro das Figuras (Faro) – 26 Janeiro
Centro Cultural de Tábua – 31 Jan a 2 Fevereiro
Coliseu Porto Ageas – 8 e 9 Fevereiro
Teatro Municipal Joaquim Benite (Almada) – 15 a 17 Fevereiro
CAE Figueira da Foz – 23 Fevereiro
Fórum Braga – 9 Março

//Flagra

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também

O Carro do Amor estreia hoje

Estação de Carnaxide volta apostar no romance para os finais de tarde Dos mesmos criadores de ‘Casados À Primeira Vista’ SIC aposta no ‘O Carro do Amor’ cujo ...