Cláudio Ramos arrasa João Braga “pseudo fadista, arrogante, convencido”

1
Cláudio Ramos/ Facebook

Sem papas na língua, neste caso na escrita, Cláudio Ramos arrasa João Braga.

A internet não perdoa: João Braga debaixo de fogo

João Braga ganhou destaque esta semana na imprensa após um comentário polémico nas redes sociais, após “Moonlight” ganhar na cerimónia dos Óscares na categoria de ‘Melhor Filme’. O comentário publicado na sua página pessoal do Facebook, “A distribuição dos Trumps: agora basta ser-se preto ou gay para ganhar Óscares”, rapidamente ecoou nas redes sociais e nas manchetes nacionais.

João Braga fala sobre polémica “Isto não ofende ninguém”

Quem se pronunciou também sobre os comentários do Fadista foi o cronista Cláudio Ramos que, no seu blog ‘Eu, Cláudio’, não poupou críticas a João Braga “fico feliz por ter percebido, há muito anos, que não estava enganado, quando sempre o achei um pseudo fadista, arrogante, convencido que sabia mais que todos os outros e que no fundo deve viver numa pequena frustarção pessoal que passará, por exemplo em nunca ter tido uma grande voz, viver sem o talento de um Camané ou o reconhecimento de um Carlos do Carmo…”. Acrescentando “porque só quem realmente não está bem consigo, precisa destilar uma frase tão infeliz na internet”.

Cláudio Ramos levanta ainda outra sugestão para o comentário em causa “ou pode ser só para chamar a atenção. Como estávamos no Carnaval, e o João gosta de ter a atenção para si… resolveu ser o bobo da corte. Agora quero ver o País prestar-lhe homenagem. Porque se o fizer, é porque temos de facto uns ‘tomates’ muito pequeninos”.

Artigos Relacionados

1 comentários

Post a new comment

Veja também