Famosos Indignados após reportagem sobre a ‘Associação Raríssimas’

0

Reportagem de Ana Leal gera onda de críticas nas redes sociais

Uma reportagem, transmitida este sábado, sobre a Associação Raríssimas despoletou a indignação de muitos nas redes socais. A exposição apresentada na reportagem, relativamente à gestão desta entidade de Solidariedade, levou a que muitos se manifestassem a sua opinião na própria página da Associação no Facebook e nas caixas de comentários das várias noticias partilhadas acerca da notícia em causa.

Também várias figuras públicas, não esconderam a sua indignação relativamente à reportagem em causa.

Maria Vieira
“Vi hoje a reportagem TVI sobre a “Raríssimas” e a senhora que a tem gerido («roubado» será a palavra mais indicada para definir a sua gestão) e fiquei abismada com aquilo que vi e ouvi!!! E saber que tem tanta gente deste maldito governo socialista envolvida nesta fraude deixa-me triste, deixa-me revoltada e deixa-me à espera da reaçcão do Presidente da República (que por norma não se pronuncia sobre nada realmente importante para o país e se limita ao populismo abjecto que rege o seu mandato, dizendo coisas sobre coisa nenhuma) e sobretudo do Primeiro Ministro que dá emprego e abriga colaboradores ao mais alto nível que vivem sacando dinheiro ao Estado que ele próprio chefia! O país em que vivemos é governado por gente do pior, gente desonesta e abjecta, e o tempo se encarregará de os condenar, como irá condenar aquele outro (José Sócrates) a quem todos eles são iguais…”.

Tânia Ribas de Oliveira
“A reportagem da Ana Leal deixou-me profundamente enojada com a “gestão” vergonhosa da Raríssimas, na pessoa da Paula Costa. Tanto dinheiro público gasto em proveito próprio (subsídios direccionados a crianças com doenças raras que foram utilizados em viagens, bmw, roupa caríssima…) tanta altivez, tanta arrogância desmedida. Obrigada a quem denunciou, tem razão: “para os maus vencerem basta que os bons não façam nada”.
E não, Paula, nós não somos todos iguais. Entre outras diferenças igualmente importantes, uns são ladrões. Outros não.
Vergonha.”

Manuel Luís Goucha foi mais comedido e limitou-se apenas a escrever “Pulha(s)!”.

Jorge Gabriel
“Paula Brito e Costa, sabe o que é raríssimo? Alguém da sua estatura social não suspender a sua actividade face a tão graves acusações, até provar cabalmente a sua inocência. Sabe o que é Raríssimo? É dar aos nossos herdeiros exemplos de cidadania quando em causa está a nossa honra. Até eu me ponho de pé, junto a si, se dignificar a obra com tamanha coragem. Espero que esteja inocente para o seu bem, e para o bem de todas as instituições que hoje vivem mais um clima de suspeição.”

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também

Muse estão de volta a Portugal

Banda britânica regressa a Portugal para festival de verão Os Muse estão de regresso a Portugal em 2018. A banda britânica de rock alternativo é ...