Homens preferem amantes inteligentes

0
Ecofirma

Homens preferem amantes inteligentes …e ainda uma noite de prazer com amante em detrimento de um programa cultural com a parceira.

Multiplicam-se as teorias quando o tema é a traição. Diz-se que a infidelidade é parte da natureza humana e que a monogamia não existe. Muitos defendem que é pecado, outros alegam que cada um faz o que quer com o corpo, e por oposição aos que acreditam que flirtar virtualmente não é considerado traição, há aqueles que afirmam com todas as letras que basta uma simples mensagem com conteúdo mais duvidoso para que exista infidelidade.

Estudos comprovam que os homens pensam mais em sexo do que as mulheres, mas será que eles só pensam mesmo nisso? 4.345 utilizadores do site AshleyMadison.com responderam “não” à pergunta, e concluiu-se que o “conteúdo” (leia-se inteligência) influencia positivamente o desejo sexual. Sobretudo no caso da amante. “Mulheres mais inteligentes são melhores na cama”, afirmam os utilizadores que participaram no inquérito.

80% dos homens revelaram ter companheiras com nível cultural bom/acima da média, mas, ainda assim, 69% dos utilizadores questionados dizem preferir uma noite de sexo com a amante em detrimento de um programa cultural com a parceira (apenas 31% dos homens afirmaram o contrário). Fora da cama e ainda com a amante, “cultura” é o assunto predileto dos homens.

“Percebemos, com o inquérito, que a inteligência e um bom nível de cultura geral podem atrair mais um homem do que um corpo escultural. E, mais caricato do que isso, é o facto da inteligência da amante ser, para os utilizadores, mais importante do que a da parceira”, refere Eduardo Borges, diretor geral do AshleyMadison.com, em alusão à pesquisa. “Por mais que os homens procurem casos extraconjugais com o intuito de satisfazer os seus desejos sexuais, a verdade é que eles acabam por interessar-se pelo lado intelectual da amante”, acrescenta o diretor geral.

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também