Converse CONS: imagine o que faria com todo o dinheiro do mundo

0

A Converse revela uma linha de ténis que promete abanar o nosso mundo. E se abanarmos o mundo, o que é que ele nos pode dar? Veja o vídeo acima e descubra!

A Converse, que começou como uma empresa de borracha para fabrico de ténis e botas, rapidamente entrou no mundo do basquetebol e reinventou o desporto. Daí, criaram novos modelos de ténis para abraçarem outros desportos. E quando a marca julgava estar destinada apenas a atletas, algo aconteceu… a simplicidade, a originalidade e, sobretudo, a qualidade do fabrico dos seus ténis tornaram a Converse um dos ícones da cultura Pop.

Com efeito, escolher calçar Converse não se trata de uma moda ou de uma tendência. Trata-se de atitude. Veja-se, por exemplo, a gama All Star, criada pela Converse em 1917 e constantemente aperfeiçoada desde então. Com quase 100 anos de existência, os ténis All Star continuam a sair à rua, a acompanhar os mais variados tipos de vestuário, desde os jeans rasgados ao mais formal dos smokings. Assim, não é de estranhar que os ténis Converse surjam em discotecas, no trabalho ou na rua, calçados tanto por famosos como por desconhecidos.

Tal como as All Star, também as CONS começaram a ganhar adeptos por todo o mundo. O modelo CONS, cujo nome resulta da conjugação perfeita entre a marca e o desporto que mais tem utilizado estes ténis – CONverse Skateboard, é direccionado para um público que se destaca pela criatividade e que abraça um estilo de vida sobre rodas.

A linha de ténis, que pode consultar na íntegra no site oficial da marca, assenta que nem uma luva aos skaters e aos que, nem imaginando o que são as manobras flip ou kick-flip, sabem perfeitamente que ténis querem calçar para assegurar a originalidade do seu movimento. Desenvolvidos em colaboração com o dinamarquês Rune Glifberg, nomeados Pro Model Rune Glifberg II, os modelos desta linha têm agora um re-style que só lhes acrescenta originalidade.

O anúncio da linha Converse CONS apela-nos à imaginação…

Como um exercício, imagine isto. Vire o mundo ao contrário e abane. Veja o dinheiro do seu almoço a cair dos seus bolsos. Agora imagine o que poderia fazer com o dinheiro de almoço de todo o mundo. Tanto leite com chocolate. Tantas bolachas. Agora, continue a abanar, abanar e abanar, pois ninguém lhe vai dar nada. Então, vamos lá, mundo. Quanto tens para dar?

E você? O que faria com todo o dinheiro do mundo? A Converse dá uma dica:

Os sapatos são aborrecidos. Usa ténis.

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também