Óscares 2020: O melhor e o pior da gala (e o momento O que é isto?!)

0
Penélope Cruz e Salma Hayek

A 92ª edição dos Óscares teve momentos para todos os gostos e feitios! Descubra o melhor e o pior da noite mais dourada de Hollywood…

Joaquin Phoenix, Laura Dern e Natalie Portman marcam alguns dos momentos memoráveis dos Óscares 2020. A cerimónia teve as piadas do costume, discursos emotivos e uma actuação que deixou toda a gente de boca aberta. Descubra o pior e o melhor da gala deste ano…

Melhores momentos dos Óscares 2020

A capa feminista de Natalie Portman

A actriz Natalie Portman quis juntar-se às críticas pelo facto de não haver mulheres na lista de nomeações na categoria a Melhor Realizador. Para homenagear as realizadoras que não conseguiram aparecer na lista, a actriz levou os seus nomes bordados na capa negra Dior que usou para cobrir o seu vestido. Lorene Scafaria (Hustlers), Lulu Wang (The Farewell), Greta Gerwig (Little Women), Mati Diop (Atlantics), Marielle Heller (You Are My Friend), Melina Matsoukas (Queen & Slim), Alma Har’el (Honey Boy) e Céline Sciamma (Portrait de la jeune fille en feu) são os nomes que ela escolheu bordar na capa.

A emoção de Laura Dern

Laura Dern ganhou o Óscar para Melhor Actriz Secundária pelo seu papel em “Marriage Story” e no seu discurso, deixou algumas das palavras mais emotivas da noite. “Há quem diga que nunca conheças os teus heróis, mas acredito que quando se tem realmente sorte, os teus heróis serão os teus pais e compartilho isto com os meus heróis, Diane Ladd e Bruce Dern. Adoro-vos”, disse emocionada. Também disse que o Óscar foi o melhor presente de aniversário de sempre!

O discurso e o hambúrguer de Joaquin Phoenix

O vencedor do Óscar de Melhor Actor no filme “Joker” fez um poderoso discurso activista em prol da causa animal, defendendo a importância do “amor”, de “dar voz aos que não têm voz” e criticando o que chamou uma “perspectiva egocêntrica do mundo”. Fez também um mea culpa. “Tenho sido egoísta, fui cruel por vezes, difícil como colega de trabalho e estou grato. Mas muitos de vocês aqui, nesta sala, deram-me uma segunda oportunidade. E penso que é aí que estamos no nosso melhor, quando nos apoiamos, não quando nos anulamos devido a erros passados. Mas quando nos ajudamos a crescer, quando nos educamos uns aos outros, quando nos guiamos em direcção à redenção, isso é o melhor da humanidade”, concluiu.

Joaquin Phoenix terminou o seu discurso com uma referência ao irmão, River Phoenix, que morreu em 1993, quando tinha 23 anos, devido a uma overdose de drogas, lembrando que ele escreveu a seguinte letra para uma canção quando tinha apenas 17 anos: “Corram para salvar com amor e a paz se seguirá”.

Depois da cerimónia, Joaquin Phoenix foi “apanhado” por um fotógrafo a comer um hamburguer vegan, juntamente com a namorada, a actriz Rooney Mara. Eles optaram por celebrar desta forma, ao invés de irem a uma das after-parties que se organizam depois da gala dos Óscares.

A homenagem de Spike Lee a Kobe Bryant

O ex-basquetebolista Kobe Bryant que morreu num acidente de helicóptero foi um dos nomes mais badalados durante a gala dos Óscares, mas o realizador Spike Lee levou a homenagem a um outro nível. Ele apareceu na passadeira vermelha com um fato com o número do ex-atleta bordado, o 24, e com as cores da equipa onde Kobe se celebrizou, os Los Angeles Lakers.

A consagração de “Parasitas”

O filme sul-coreano “Parasitas” fez história nos Óscares, levando para casa 4 estatuetas, entre as quais o prémio mais importante da noite, o de Melhor Filme. Foi a primeira vez que um filme não-Inglês venceu o Óscar de Melhor Filme. Quando aceitou o prémio de Melhor Realizador, Bong Joon-ho fez questão de homenagear Martin Scorsese e acabou a dizer que ia beber muito depois da gala!

Aquele abraço entre Penélope e Salma

Duas das actrizes latinas mais conhecidas de Hollywood marcaram um momento único na passadeira vermelha, quando se cumprimentaram efusivamente, mostrando ao mundo a sua amizade. A ocasião também é especial pelo facto de a 92ª edição dos Óscares ter sido criticada pela pouca representação latina nas nomeações.

A sandes de peru de Julia Butters

A jovem actriz Julia Butters, de 10 anos, protagoniza outro dos momentos especiais da gala, já que assumiu no desfile pela passadeira vermelha, que tinha consigo uma sandes de peru guardada na bolsa. “Não gosto de alguma comida daqui. Peço desculpa aos vegans”, explica a actriz que faz de Trudi no filme “Era uma vez… em Hollywood”.

O pior dos Óscares 2020

O caos e a falta de apresentador

Pela segunda edição, a cerimónia dos Óscares não teve apresentador, o que gerou algum caos e desorganização. Por momentos, pareceu a bandalheira completa, com discursos que se arrastaram por minutos a fios, sem travão, e até apresentadores a aparecerem fora do sítio!

As piadas previsíveis sobre inclusão

A certa altura, já ninguém aguentava as piadas previsíveis sobre a falta de nomeações de mulheres e de pessoas negras. Uma vez tem graça, mas a partir do momento em que todos repetem a mesma ideia, torna-se cansativo! E perde a graça!

A ausência da Elsa portuguesa

Um dos grandes momentos da gala dos Óscares foi quando nove das vozes internacionais da personagem Elsa de “Frozen 2” apareceram em palco para cantar a música “Into the Unknown”, uma das nomeadas ao prémio de Melhor Música Original. Faltou a portuguesa Ana Encarnação que dá voz às canções de Elsa na versão portuguesa do filme de animação.

E o momento WTF! dos Óscares 2020

A actuação de Eminem com a música “Lose Yourself” foi uma das grandes surpresas da gala, tão surpreendente que deixou vários dos convidados na audiência de boca aberta! O rapper não marcou presença na cerimónia dos Óscares de 2003 quando venceu o prémio de Melhor Música Original pelo filme “8 Mile”. Este aparecimento na gala, 17 anos depois, soa a bastante atrasado! Talvez por isso, muita gente na assistência não tenha percebido a actuação. Entre os mais surpreendidos estão o realizador Martin Scorsese e a filha Francesca.

//SV

Artigos Relacionados

Sê o(a) primeiro(a) a comentar

Veja também

Aurea namora com conhecido ator

Cantora e ator vivem relação discreta Aurea, de 33 anos, está novamente apaixonada e o felizardo é o ator Diogo Martins, de 29 anos. Discretos ...